sábado, 22 de setembro de 2007

O PODER DO TOQUE NO MUNDO DE ALGUÉM.



Eu de simpsom em traje de show Eu escrevendo no computador




Que dia especial hoje!Quanta gente mudou o meu mundo.Minhas irmãs chegaram aqui,com josué,shanelle jair e fernanda.Grandes amigos,grandes pessoas que fizeram um grande sacrifício de passar um dia comigo no hospital,um lugar muito chato,rindo,comendo,escutando,falando,mesmo muito cansados da viagem.Como eu preciso aprender essas pessoas.O amor é assim exige certos sacrifícios para ser provado.

Hoje eu gostaria de falar um pouco sobre o toque.o poder dele sobre o nosso organismo.lembro que,no ano passado eu fiz uma cirurgia muito grave na coluna.fiquei 2 meses sem andar e fazia muita fisioterapia.Fiquei lembrando de como era bom receber o toque mesmo que profissional e mecanico dos fisioterapautas,e nem era assim creio que havia um envolvimento sentimental minimo,já que eu sempre dou um geito de quebrar o gelo,mas eu estava imóvel ali numa cama de hospital e o meu dia mudava,se fazia mágico e marcaria pro resto da minha vida,quando eu era tocado por aqueles seres humanos,tudo bem,admito que cada exercicio que fiz foi muito importante,diria fundamental para eu voltar a andar,mas o toque que eu recebia cada dia,me fazia alguem melhor,mais feliz e de certa forma sentir que era amadoe creio eu que isso teve uma interferencia biológica direta no meu corpo.

Meu mundo muda quando a nancy me toca e eu toco ela,vejo como ela se sente amada quando toco seus cabelos,ou quando minha mae me toca e faz carinho,ou um abraço em alguem...sao coisas pequenas que mudam o meu mundo e creio eu do mundo de quem me toca,em se tratando de dois mundos diferentes o contato imediato entre dois extra terrestres do mundo do outro é o toque físico.

Lembro de Jesus em muitas situações,em lucas 4:40 diz que jesus curava tocando a todos.Mas em marcos 1 ,lá pelo versiculo 40,aconteceu uma história interessantíssima,se você prestar bem atenção aos detalhes.

Ele curou um homem leproso,que há 2 mil anos atras,era como ser um aidético,um doente sem cura...bom era um ser desprezado pela sociedade.E aquele homem com lepra,seguramente, deveria ter uma familia e amigos,mas o dia em que descobriu a lepra teve que viver afastado de todos,por causa da crença do contágio imediato com o convivio social.Rastejando pela sarjeta,vivendo de caridade,se aceitando como imundo,a margem da sociedade,já ninguem mais lhe dava um olhar,que nao fosse de nojo e reprovação.Há quanto tempo esse homem não via sua familia?quanto tempo não era notado como humano?seria ele um homem invisivel?e quanto tempo não recebia um abraço?

Mas pra sorte desse homem,ele cruzou o caminho de Jesus, e foi curado,porém ao ler esse trecho, no versículo 41,diz que Jesus se compadeceu dele,estedeu a mão e ordenou que aquele homem estaria limpo,não só da enfermidade,mas das feridas e exclusão social que sofria,Jesus o criador dos céus e da terra,O Deus poderoso,tocou um leproso imundo...e aquele homem foi curado.Pela fé,pela palavra mas....PELO TOQUE!anos sem um abraço,e jesus escandalizando todos,tocou aquele homem.eu me desespero com as atitudes incriveis de jesus,por que vejo o quanto estou longe disso.

Vamos nos permitir,tocar e ser tocados,mudar e deixar mudar nossos mundos,toque quem vc quer tocar,toque quem precisa tocar,toque até quem não merece ser tocado...por que muitas vezes quem menos merece seu contato de mudança de mundo,é o que mais ´precisa!

Pense nisso!toque sem muros em voce,deixe de ser uma propriedade privada e participe da interferencia coletiva do amor.

toque aí vao algumas pesquisas cientificas sobre o toque!

"O toque físico não é apenas agradável. Ele é necessário. A pesquisa científica respalda a teoria de que a estimulação pelo toque é absolutamente necessária para o nosso bem-estar, tanto físico quanto emocional.

O toque terapêutico, reconhecido como uma ferramenta essencial para a cura, constitui agora parte do treinamento dos profissionais de enfermagem, em vários grandes centros médicos. O toque é usado para ajudar a vontade de viver dos pacientes; para ajudar bebês prematuros - que ficaram privados do toque materno nas incubadeiras - a crescer e a desabrochar.
Vários experimentos demonstraram que o toque pode:

  • Fazer-nos sentir melhor com nós mesmos e com o ambiente à nossa volta;
  • Ter um efeito positivo sobre o desenvolvimento da linguagem e sobre o QI das crianças;
  • Provocar mudanças fisiológicas mensuráveis naquele que toca e naquele que é tocado.

Estamos apenas começando a entender o poder do toque. Embora ele possa se dar de muitas maneiras, nossa tese é a de que o abraço é uma forma muito especial de toque, que contribui fundamentalmente para a cura e a saúde.
(Extraído do livro "A TERAPIA DO ABRAÇO", de Kathleen Keating)


Esse texto ficou grande demais....se você chegou até aqui!parabéns você é um herói,obrigado!

sem grandes novidades sobre o tratamento...tudo igual por enquanto...

vitor lobo




9 comentários:

Martha disse...

Que bom saber que vc está mais bem acompanhado do que nunca! E possivelmente está sendo muito 'tocado'! ;-)
Daqui de longe....espero que te sintas tocado pela minha admiração por ti!
Abraços!

Eslon Bueno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Semeador (André Coelho) disse...

eu aqui te lendo e como sempre te admirando, meu manão!! bom ver vc aqui no blogspot também.. forte abraço!!

PS: oramos sempre sempre por vc aqui em casa, no Rio.

simone disse...

entra aí, maninho!!

http://www.youtube.com/watch?v=3azTx97JCuw

Deus te abençôe, sempre!!

Lu Brasil disse...

Oi meu lindooo.
Saudades de vc muita muita muita.
Bjs da amiga de coração que nunca te esquece.
Sinta-se tocado.

gledes_13 disse...

Pois e', eu nao sou de ler muito, mas conheci sua historia atravez de uma amiga de COMUNIDADE, e comecei a ler e nao parei...acho q me viciei na sua historia...
Vou torcer pra vc sempre sair vitorioso das suas batalhas, parabens pela força e CORAGEM.

SINTA-SE ABRAÇADO POR MIM!!!!!!!!
Beijao

Raquel disse...

Oi Vitor.

Cheguei aqui pela Lu Brasil, uma amiga virtual.
Fiquei admirada com sua fé, e peço a Deus que continue te dando muita força e esperança.
Estarei tb torcendo por sua vitória, afinal seu nome significa isso. :-)
Tb sinta-se abraçado por mim!
Abração,
Raquel

Família Teixeira (Alê, Flá, Gigi e Mimi) disse...

Oi Vitor,
Cheguei aqui atravpes da Lu Brasil tb. Assim que ela me contou a sua história, me perguntei se alguém ainda não teria te ajudado a tocar violão novamente, assim como vc descreveu aqui. Não me impressionei muito com a coincidência pois sou musicoterapeuta tb e a 1ª coisa que me passaria na cabeça seria acompanhar vc no instrumento. Que bom que se sentiu/sente feliz com a musicoterapia. Grandes são os efeitos dela.
Continua firme. Vc está certíssimo, não desanimando e se amparando na pessoa certa: Jesus.
Bjks, melhoras sempre.

Vívian disse...

Oi, Vitor! Cheguei aqui atrav�s da Lu Brasil, que te elogiou demais.
Eu ia apenas deixar um abra�o bem forte, mas quando abri seu blog, me passou pela cabe�a a id�ia de te apresentar ao Zulu, um guerreiro como voc�. Talvez voc� possa recarregar suas baterias com o meu Zulu e, assim, ter� for�a suficiente para continuar movendo suas montanhas.

O Zulu n�o � gente, � um c�o. Ele morava no RJ e foi abandonado pelos seus donos. Uma vez na rua, foi atropelado e teve uma fratura grave na espinha. Passou um dia inteiro agonizando na sarjeta, pois ningu�m teve piedade suficiente para socorr�-lo. � noite, vinha passando pelo local um anjo em forma de gente e, apesar do local ser perigoso naquele hor�rio, a mo�a parou seu carro para socorr�-lo. Chamou pelo telefone uma amiga que era dona de um abrigo para animais ali perto e em poucos instantes as duas conseguiram socorr�lo.

Por causa da fratura na espinha, v�rios veterin�rios se recusaram a socorr�lo. "Vai morrer mesmo, n�o h� o que fazer!". Depois de 3 tentativas, encontraram um veterin�rio que aceitou fazer a cirurgia, embora avisando que ele "seria sempre um estorvo" na vida delas. "Deixa que do estorvo a gente cuida", disseram as duas.

Bom, entrei na internet e vi uma campanha pedindo dinheiro para custear a cirurgia desse c�o. Pela foto, vi o olhar dele e aquilo me tocou profundamente. Dei minha contribui�o, mas n�o conseguia esquecer daquele olhar. Depois da cirurgia, perguntei se poderia adot�-lo - detalhe: moro em Natal, n�o no RJ! Depois de me cozinhar por semanas, a dona do abrigo permitiu a ado�o e o Zulu veio morar comigo. Depois eu casei, tive minha filha e meu pai n�o permitiu que ele viesse morar comigo - � o melhor amigo do meu pai, jamais aceitaria ficar longe do Zulu!

O meu neg�o guerreiro j� sofreu muito nessa vida, mas nenhum sofrimento foi grande o suficiente para roubar-lhe o sorriso e a alegria.

Voc� pode v�-lo aqui: www.youtube.com/user/vimarassi.

Agora sim, o recado que eu imaginava deixar quando abri o seu blog: um grande abra�o, cheio de energias positivas e desejos de cura. Que Deus te aben�oe hoje e sempre!